terça-feira, 22 de novembro de 2011

ALBA homenageia 25 anos da DEAM


A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) homenageou, nesta terça-feira (22/11), os 25 anos da criação da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam). Na oportunidade, também foi lançada a Campanha dos 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher



O evento foi conduzido pela deputada Luiza Maia (PT). Formaram a frente de honra, ao lado da petista, a capitã e representante do Centro Maria Felipa, Denice Santiago, a chefe do Departamento de Polícia Metropolitana, Heloísa Brito, a delegada Isabel Alice, a representante da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres, Madalena Noronha, a pesquisadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (Neim) da UFBA, Silva Aquino, e a titular da Deam do bairro Brotas, Marilda Marcela.

A maioria dos oradores elogiou o trabalho das delegacias. “Essa comemoração engrandece a todos, não somente a nós da Polícia Civil e da Deam”, disse a delegada Isabel Alice. A defensora pública e representante do Núcleo da Mulher na instituição, Firmiane Venâncio, pontuou que temos que lutar mais para colocarmos estas unidades como prioridade. A delegada titular da Deam Brotas, Marilda Marcela, colocou em pauta a necessidade de aumentar o efetivo de combate à violência de gênero.
Para Luiza Maia, é necessário contemplar todas as regiões da Bahia com as Deam’s. “Estamos aqui para lutar contra a violência. Vamos fazer esse esforço para instalar as delegacias especiais nas principais cidades”, apelou para o público presente.

Também comparecerem ao evento o cantor e compositor Edu Casanova; Tânia Nogueira, representando a primeira-dama do estado, Fátima Mendonça; Silva Aquino, do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher da Universidade Federal da Bahia; as deputadas Kelly Magalhães (PC do B), Ângela Sousa (PSC), Maria Del Carmen (PT) e Graça Pimenta (PR); a representante da Secretaria de Saúde do Estado, Cândida Pimenta; a delegada titular da Deam de Camaçari, Thaís Siqueira, e a secretária da Mulher de Camaçari, Aurenita Castilho.

Nenhum comentário: